Correndo ou Caminhando para Perto de Casa


img_3724

A dica que passarei para você, caro leitor caminhante/corredor é para não dar mais desculpas de praticar o seu exercício físico regular. Há atletas (inclua-se nesse termo) que necessitam da presença em um lugar longe de casa, tipo academia, clube, parque ou outro na busca do estímulo ideal de rendimento físico (eu me incluo nessa lista!).

Que tal experimentar caminhar/correr perto de sua residência? Já sei, você até faz isso, mas de vez em quando… Se é de vez em quando, justamente, essa é a idéia! Mas se é frequente, vamos organizar a forma como escolhe o percurso desse deslocamento.

Primeiro, temos que avaliar se perto de sua residência há perigos como assaltos, sequestros, atropelamentos, manifestações de movimentos dos sem-teto, sem-terra, aglomeração canina e possível ponto de “marcação de território”, calçadas irregulares, ruas sem asfalto e sinalização, entre outros que podem sim, impedir a sua ida e vinda… Brincadeiras a parte, analisar tudo isso, e outros nem tão a sério, é importante.

Segundo, use vestimenta e calçado adequados para esse treinamento, o qual não entrarei em detalhes nessa postagem.

Terceiro, se há um bom número de quarteirões ao lado de onde mora…

Depois de verificar todos esses itens, vamos ao que interessa: determine para que lado quer ir, mas antes disso, complete uma volta em torno do quarteirão de sua casa. Ao concluir essa volta, atravesse a rua para o quarteirão seguinte, realizando o mesmo percurso do anterior, e assim sucessivamente… Professor, apenas isso!? Sim…

Há inúmeras possibilidades de realizar o treino assim: aumentar o número de voltas no quarteirão à medida que vai avançando para os seguintes, aumentar o número de quarteirões para cada mudança, correr/caminhar mais lento o primeiro e mais rápido o seguinte, alternando entre as intensidades… Criatividade não falta!

Veja bem, cada quarteirão possui, em média, 500 metros a 1 quilômetro. Se executar o treino dessa forma, o risco de você perder a hora para algum compromisso ou outra coisa será menor, pois longe de casa não estará. As outras vantagens desse método são: determinar com certa precisão a distância que será percorrida (desde que, previamente, conheça o perímetro do quarteirão), organizar treinos de ritmo (programe com o seu treinador físico), correr numa região familiar e com riscos calculados e no percurso (após o final do treino, por favor!) realizar alguma tarefa programada (banco, supermercado, lavanderia, padaria, etc).

Se ficou chateado pela apresentação dessa solução de acabar com as desculpas de fugir do treino, fico feliz por isso!

Dúvidas, sugestões de novas pautas e críticas serão bem-vindas!

Compartilhe essa postagem, pois ela pode ser útil para alguém que precise de estímulo para treinar.

Até a próxima!

Anúncios